Archive for the ‘Eu tbm sei contar historias’ Category

NOVA YORK #5

17jan17

ela rabisca no vidro do ônibus o desenho que o asfalto faz ao se misturar com as árvores, que logo depois se mistura ao céu, como se tudo fosse um só. janeiro te encontra tão certo como a chuva do fim da tarde, querendo que viagens longas sejam tão próximas quanto atravessar a rua. essa […]


a pergunta que circula por aí é “como ele aprendeu esse truque de cartas?”, e ela abaixa os olhos e comprime os lábios esperando ele se aproximar, tentando não pensar em como vai ser amanhã cedo, quando tudo isso sumir, quando o agora se tornar depois e ele estiver distante, numa mensagem não respondida ou um dia […]


olhavam para o céu a grama na cabeça e os pés fora do chão os dedos levemente entrelaçados ela apontou primeiro: – aquela lá parece um coelho, de três orelhas. quem liga? ele apontou em seguida: – aquela parece a cabeça de um dinossauro. – certeza? daqui parece mais uma flor. – você não está […]


PROCURA-SE

24set15

estava na placa que ela erguia bem acima da cabeça na avenida principal. PROCURA-SE. as pessoas passavam olhando, mas não encontravam resposta, não tinha maiores informações, apenas  PROCURA-SE. o que você procura? – eu perguntei. não sei se você pode me ajudar – ela respondeu. mas você não fala com ninguém, como espera encontrar? quando […]


como é ser velho? ela perguntou enquanto balançava de um lado para o outro. eu não sou velho, eu respondi. mas como é? é estranho, eu disse quando eu era do seu tamanho, eu achava que as pessoas da minha idade eram quase dinossauros. você é um dinossaurinho! ela gritou indo ainda mais alto no […]


fiquei imaginando que outras conversas absurdas e interessantes eu teria com a menina, aquela pequena e sorridente, com um cabelo bonito da cor amarela. aquela que eu tinha decidido que chamaria de Sol. então eu voltei muitas vezes ao mesmo lugar, no mesmo parque, no meio da tarde tentando apostar na minha sorte. tentando dizer […]


ela estava sentada na grama já fazia algum tempo era pequena e sorridente com um cabelo lindo da cor amarela como eu não sabia nada sobre ela, decidi que a chamaria de Sol. eu tenho uma prima um pouco maior do que ela então achei que seria sensato da minha parte só ir embora depois […]