Archive for the ‘Garoto Imbecil’ Category

ela pulava a escada de 3 em 3 degraus – foi a última vez que a gente se viu – era um vendaval, um furacão segurando todas as horas entre os dedos pra não deixar a vida escorrer igual a areia da ampulheta do jogo imagem e ação. ela correu a rua toda, pé ante […]


toda adrenalina subiu pra minha cabeça e as borboletas não me deixaram em paz, eu fiquei paralisado olhando você contar os passos que chegavam até mim. filmes que duram mais de duas horas e músicas que dão vontade de pintar as paredes pra tirar o cinza da cidade e te deixar com vontade de ficar […]


então todas as gotas de chuva parecem tentar te dizer  qualquer outra coisa que você pelo amor deus não quer ouvir. como um rádio mal sintonizado tocando sua música favorita, acho que se eu pudesse te alcançar não te diria nada de diferente, seríamos só mais outras duas pessoas em mais outra cidade e eu […]


todos os fantasmas que me acompanham são poetas, músicos, vagabundos madrugam ao som de blues com a cabeça dividida entre amores um cigarro fumado pela metade e o próximo trabalho na ponta dos dedos. somos uma geração de artistas sem talento algum. não somos poetas por vocação fazemos o que fazemos por desespero pra perder […]


a gente foi deixando umas coisas pra depois não por maldade, a gente só tem uns descuidos  que parece que vai tirando parte da gente e dai quando vamos tentar juntar tudo de novo já faz tanto tempo que a gente tem medo de não fazer mais sentido. como segurar fumaça com as mãos como […]


a casa

01ago17

ficou tudo um pouco fora de lugar na verdade foi uma barulheira só, arrastamos os móveis e eles rangiam no chão da sala como se fossem trovão. temporal mesmo é o que caía lá fora, e bagunça da minha cabeça que só queria um dia de sol. acontece que a gente se acostuma. seja com […]


foi um sopro que bagunçou seu cabelo que pintou a tarde de laranja e cor de rosa, deixando o sol mais perto da nossa pele e fazendo doer todos os nossos ossos. pela primeira vez nessa vida me vi fazendo planos que não voassem 2 mil metros de altura.  eu escrevi um poema que falasse […]