Posts Tagged ‘verde’

…afinal, era dezembro. E isso, ele já sabia, não era sinônimo de bom presságio. Poetas que se danem, a troca de ano só faz a gente se fuder mais um pouco. Mas era dezembro e ele não podia discordar que de pedacinho em pedacinho, a vida ficava mais bonita. E foi pensando assim, que ele […]


‘ou ao menos não me deixa aqui feito flor triste… não me deixa aqui se sei que não vens…’                                                                         […]


verde

05out12

eu tento me conter. mas isso dá trabalho. e eu só sei me repetir. silêncio, é a vontade de te ver. respiro, por cada segundo de saudade que eu tenho você. como se já fizessem anos. e eu tento me convencer mas dá trabalho. e isso tudo ainda vai acabar mal e quer saber – […]