Posts Tagged ‘danilo teixeira’

foi o relógio da parede que me contou. acho que eu tinha perdido a conta. balanço a cabeça em sua homenagem. te desejo coisas boas. lembro de você pelos cantos da rua de cima, pela porta que nunca fechou direito depois que você bateu, pelas revistas empilhadas, pelas músicas antigas, pelas coisas que eu não […]


Esse é meu post de aniversário, porque hoje é meu aniversário. E esses textos geralmente são confusos. Hoje eu resolvi juntar diversas reflexões que eu tive desde quando julho começou. Espero que faça algum sentido.  … Eu queria escrever alguma coisa grandiosa. Não falo por agora, falo sobre desde sempre. Acho que esse é um […]


você tem que estar um pouco fora de si o sol se põe pela janela do ônibus você assiste o laranja cor de rosa, amarelo vermelho e tenta puxar pelas pernas qualquer coisa que não te faça esquecer do que você é e isso não tem a ver com os livros que lê ou com […]


desejava tanto deixar de ser ele mesmo que logo se viu em outro. e percebeu que o outro já não era mais outro se não ele mesmo. aquele ele antigo que antes o fazia ser alguém agora já não existia, pois ambos – ele e o outro – eram apenas o outro. e ele, pouco […]


Estávamos todos em silêncio, Depois de nossas ofensas A gente não sabia lidar com o que sobrou. Éramos como meninos na rua jogando futebol E agora que a bola foi parar na janela da vizinha A gente fica em silêncio. Brincávamos apenas sobre as possibilidades. Agora ninguém tem nada a dizer. Alguns ficam com em […]


Da última vez que prestei atenção essa barba nem estava aqui, eu não me preocupava com tantas coisas quanto me preocupo agora e nem ia dormir tão tarde e acordava tão cedo. Da ultima vez que prestei atenção nem era o final do verão, acho que as blusas ainda ficavam em cima da cadeira para pegarmos […]


– a Mariana disse pra eu fazer um texto sobre meu aniversário, mas que eu não poderia falar sobre ela. porque dai deixaria de ser um texto sobre meu aniversário. então, por isso ele tem esse título. tenho alguns problemas com isso às vezes. com esse negócio de ficar mais velho e – consequentemente – […]