Archive for the ‘vida fudida’ Category

gritos

17dez12

funciona como um grito. o som ensurdecedor, o sangue na garganta. primeiro ele me olha. conferindo as medidas. já garantindo sua vitória. depois ele me liga pra dizer que está ocupado demais pra me ligar. no terceiro dia ninguém renasce. a noite começa mais tarde e a gente só quer dormir mais um pouquinho. na […]


Itinerário

09set12

nessa espera eu escrevo todas as cidades que eu te procurei todos os caminhos as rotas e os atalhos nessa espera eu faço sinal pro ônibus parar não importa pra onde ele for se lá eu puder te encontrar


02maio12

porque eu sempre falo demais. sinto demais. e tenho medo demais. acho orgulho uma palavra feia. que a gente nem devia saber usar. não sou muito bom em boa parte das coisas e não gosto da ideia de mentir sobre isso. rabisco um monte de coisas que eu deveria tentar dizer e isso me parece […]


E faz tempo que eu to pensando o que escrever sobre isso. E acho que a melhor coisa que eu pensei, começa com uma história. Uns anos atrás eu fiz teatro. Acho que por uns 10 anos. Ou 9. Todo ano fazíamos uma peça em outubro, na semana da criança. E eu participei de todas, […]


01nov11

Se eu parasse de mentir e você parasse de fingir que acredita, talvez fossemos um pouco mais felizes. Talvez, essa tempestade já tivesse passado. Mas não, outra noite que se vai. E você só passa e pergunta se está tudo bem. E a resposta é sempre como naquele filme com o  Shia. ‘se o dia […]


O céu estava absolutamente cinza. Na verdade, tudo isso fode um pouco com a cabeça. E com o coração. Claro, se você perguntar, eu vou dizer que não é nada demais, você só é o cara da minha vida e eu te mandei embora. Toda garota faz isso. Garota. É assim que me sinto agora, […]