Ventilador

08nov16

(enquanto o ventilador parece dentro da minha cabeça

e eu começo a contar os quadrados do chão

e achar padrões no forro desforme

e todas as pessoas, todas elas

estão com medo, olhando ao redor

tentando saber aonde a vida trouxe,

quando algumas coisas soam difusas,

tentando saber o que fazer depois,

eu só queria terminar um roteiro que eu ache realmente bom,

te entregar o poema que eu fiz,

que falava sobre como é bom ouvir sua voz,

sobre como ela apaga o barulho do ventilador

e como eu queria tanto te falar dos meus medos

de não ser ninguém, de não conseguir escrever duas linhas que valham a pena,

eu escorrego, eu me perco, eu tento chamar sua atenção

eu só queria ser tão bonito quanto você é.

E falar das coisas boas que você traz.

Seja uma mensagem no meio da aula,

seja um bom dia preguiçoso).

Anúncios


No Responses Yet to “Ventilador”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: