”…as nuvens no céu que se juntam e logo vai chover. os carros passando em qualquer direção. e o céu azul da cor do seu vestido…”

04mar15

bem, deixa eu tenta explicar sobre isso
estamos num daqueles dias
aonde a janela aberta do carro 
faz o seu cabelo ficar milimetricamente bagunçado
e eu preciso me segurar para manter a atenção
mas ao invés disso eu fico olhando para você.
e você diz pra eu dizer o que eu penso
e eu não digo, você diz pra eu dizer
então eu falo ‘olha ao redor
as nuvens no céu que se juntam e logo vai chover
os carros passando em qualquer direção
o céu azul da cor do seu vestido
claro que existe um infinito bonito ao nosso redor
mas o que importa é que você faz falta pra cacete’.
admito que esse não era um poema muito bom
faltava métrica e talvez eu devesse rimar um pouco mais
mas era de verdade.
você perguntou do que eu tava falando
e eu disse que é mais ou menos como eu imagino o mar
que as tempestades vão e vem
ainda mais por eu não saber nadar e isso me assusta
mas que olhando assim, é tão bonito. 
que eu não quero nunca ir embora.
e que tudo isso, é mais ou menos como eu te vejo

 que olhando assim, é tão bonita.
você esboça um sorriso e eu sei que não sabe o que dizer
mas olhando de novo, eu sei, que é tão bonita.

Anúncios


No Responses Yet to “”…as nuvens no céu que se juntam e logo vai chover. os carros passando em qualquer direção. e o céu azul da cor do seu vestido…””

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: