Archive for março, 2015

vem cá, pra me acompanhar de vestido azul e braços de abraçar. vem cá, quando der para vir quando melhor te couber. mas, se não vem, se não posso te levar eu vou aonde você for se você está, eu topo serei seu beija-flor. ao seu redor, serei sua proteção que venham invernos rigorosos e ventos […]


você é uma bagunça em forma de gente. deixa eu contar que arrumo as roupas por cores e os livros por tema os discos por ano e as pastas de música em ordem alfabética. pela casa toda eu penduro etiquetas que me organizam e me lembram o que eu preciso fazer ou quem eu preciso ser. […]


a coisa mais lógica que ela fez foi abrir o guarda-chuva já que foi naquela tarde que começou a chover dentro de casa resolveu que deixaria a porta trancada e criaria peixes no seu quarto passando assim a dormir no sofá da sala – que sempre deixava encapado para não estragar o estofamento – que nem […]


tem me feito mais bem do que todos aqueles exercícios, aulas de ioga, show’s de rock, viagens longas, horas de sono ou cinema vazio em alguma sessão mais tarde do filme novo do woody allen não pelo woody allen lançar um filme novo todos os anos e alguns nem fazerem tanto sentido mas principalmente porque […]


Sei que existo pelo toque do seu abraço.  Te abraçar compreende muito mais sobre amor do que todos os poemas de Camões. Não que eu saibas algo grandioso sobre poemas ou amor. Mas sei do seu abraço e da falta absurda que ele faz. Sei da praça do centro quando o sol está se pondo […]


Não és minha e nem quero que seja. Olhando daqui, me parece tão bem sendo apenas sua e de mais ninguém. Se outra chance tivesse, ainda assim em todas as vezes, te daria total liberdade para ser você mesma. Como gosto da maneira que exerce todos os detalhes da vida que lhe cabe.  E acho […]