No dia em que eu aprender a dançar

17jun14

No dia em que eu aprender a dançar,  juro que apareço, juro que te tiro daí. Que te levo para longe dessa vida que te dói. Porque no dia em que eu aprender a dançar, com certeza já vou saber também como caminhar melhor, como me equilibrar sobre meus pés (mesmo quando eles estão grandes demais) e vou saber te segurar se cair. Te prender bem forte junto a mim e te pegar no colo, para te carregar como minha noiva. Quando a música deixar de tocar e as latinhas amarradas no carro já estiverem quentes por causa do sol. Você vai rir e fazer cara de brava, porque me disse que preferia os dias frios. Mas eu vou dizer que você vai ter que me desculpar, mas que fica linda com esse vestido, assim e que eu não queria um monte de blusa cobrindo o quanto você é bonita. Você vai segurar a minha mão, no dia em que eu aprender a dançar, e vai colocar a minha outra mão na sua cintura, enquanto diz baixinho no meu ouvido aonde devo colocar meu pés. 
E na verdade, vou saber que meus pés tem que ficar ao lado dos seus. Porque no dia em que eu aprender a dançar, vai ser o mesmo dia em que perderei todo meu medo. E vou tirar todo esse peso do ombro e pedir para você não me levar a mal, mas eu acho que você precisa me ouvir agora. 
Porque eu falei para uma amiga outro dia sobre como você era bonita. Mas não só bonita. Tinha uma coisa em você, algum detalhe, algum descuido, que me tirava a calma, até disse para ela, que no dia em que eu aprender a dançar, vai ser para te roubar para mim. Vamos sair dançando e sorrindo por toda a América do Sul, simplesmente por parecer uma boa ideia. Porque na verdade, temos uma vida toda pela frente, todo o tempo do mundo e quase nada para fazer…
Então vamos dançar, no dia em que eu aprender a dançar, e dançando assim, vou torcer tanto para você também estar apaixonada por mim. Não que eu esteja apaixonado por você. Não que eu vá admitir alguma coisa assim. Mas no dia em que eu aprender a dançar, toda ideia que for absurda vai me parecer muito coerente e todo meu medo vai se desfazer, como poeira nos livros que a gente já cansou de ler, mas que ainda escreve no nosso coração. E escrevendo eu vou aí te ver, no dia em que eu aprender a dançar, para te fazer minha garota, minha amiga, minha namorada. E mesmo que às vezes pareça meio difícil, agora não importa  mais, pois no dia em que eu aprender a dançar, eu só vou querer te levar para casa.

Anúncios


No Responses Yet to “No dia em que eu aprender a dançar”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: