‘..eu abro mão de todos os reis, heróis e santos do mundo e te quero bem’

13jun14

(esse título é o trecho de uma música bonita do ep novo do Zander)

o amor é uma revolução.
é o que eu penso. não precisa concordar.
fale de deus, ou de quem mais você quiser,
você tem todo o direito
de citar Camões quando bem entender.
mas se nunca fez tudo por alguém
se nunca sentiu a vulnerabilidade de se prender entre os dedos
e nunca mais querer se soltar,
então não me serve de nada os seus discursos.
o amor treme o chão.
e eu me sinto muito sortudo por poder existir com você.
fale de Chico, ou cante se você quiser,
eu digo que a gente nunca sabe realmente
o que pode realmente tocar a gente.
mas não me serve de nada o que você tem a me dizer,
se não tentar para valer.
o amor tira pedacinhos da gente.
e a gente só é feliz, se fizer por merecer.

Anúncios


No Responses Yet to “‘..eu abro mão de todos os reis, heróis e santos do mundo e te quero bem’”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: