vem (ou, um poema sobre gostar de você devargarzinho)

25abr14

vem
aqui
bem
aqui

corre em minha direção
ou deixa um espacinho
pra eu tomar um lugarzinho
e fazer morada no seu coração.

meu bem
meu bem
tanta agonia assim
é da espera de saber se você vem,
meu bem.

te querendo mais do que sei contar
exercitando toda a minha calma
para não estragar tudo e não falar tanta bobagem
mas acredita
que gosto de você bem mais do que sei contar.

seu nome fica tão bem do lado do meu
que eu tento nem fazer planos
para ver se não dá azar.
mas seu nome fica tão bem do lado do meu
que eu rabisco um caminho todo
para qualquer lugar aonde eu possa te encontrar.

te querer mais um pouquinho
te gostar cada dia mais, assim mesmo, devagarzinho.

Anúncios


No Responses Yet to “vem (ou, um poema sobre gostar de você devargarzinho)”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: