ela é bailarina, mãe

24mar14

ela é bailarina, mãe
eles devem gostar.
do jeito que olham
o corpo estremece
o teto desaba
e ela nunca para de dançar.

e eu acho tão antiquado
brega, sem sentido
eles atiram flores, falam de amor
ela me mostra o caminho
mas não quer vir comigo.

ela é bailarina, mãe
e eles se derretem.
ela desaba, voa
faz seu jogo
e eles se perdem.
ela é tão chique
fala francês
quer fazer medicina
eu quis a sua volta,
é mulher dentro de uma menina.
mas não soube como chamar.

mas ele é artista, mãe
do jeito que eu nunca vou ser
tem nome, é bonito.
e eu tomo café
tentando não surtar
é tudo que eu sei ser.

e eles se completam, mãe
e logo vão se casar
são tão originais
como aquelas casais, que sempre seguem atrás
de um pouco mais de paz.
mas quando ela perde o compasso
esquece o descaso
e olha em volta, procurando a minha volta
me vendo em qualquer lugar.

mas ela bailarina, mãe.

Anúncios


No Responses Yet to “ela é bailarina, mãe”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: