Archive for dezembro, 2013

‘agora falta pouquinho’, ela pensou, enquanto calmamente tirava todas as caixas do armário e separava entre as coisas que queria e aquelas outras que nunca mais iria precisar. não que não fossem boas, ela se apressou em corrigir a si mesma, mas achava que já era hora de deixar pra lá. resolveu que dessa vez […]


Bailarina #1

30dez13

não vou escrever mais nenhuma linha sobre você –eu afirmotentando me convencer. mas acontece o seu sorrisoque me ganha por existirque me tira o sonotoma minha paz, minha coordenação,o mundo tentando girarpor entre as linhas do seu rosto bonito. como se nossas ruas fossem pavimentadas de ouroseus passos são distantesda onde eu posso andar.e todo […]


tanto em comum com seu sorriso, eu não imaginava ficar bobo tão depressa. e se eu disser que não é tão tarde? girando ao nosso redor como uma roda-gigante de 15 metros de altura perdemos o compasso e você me pergunta porque estou sorrindo tanto. eu digo que não esperava te encontrar, mas faço planos […]


tenho muitas músicas escritas pela metade e roteiros de filmes que nunca vou acabar de escrever. ideias de quadros que nem sei como pintar e cada dia um romance novo se rabisca na minha cabeça. tudo isso pra me lembrar o quanto eu preciso mudar. anos que terminam pela metade, planos que caem por terra, amores que […]


Natal

25dez13

as ruas estão vazias os mendigos, os vagabundos, as putas são esses que dançam ao redor e assistem a hora da estrela passar, os outros não prestam atenção. luzes que acendem mas ninguém sabe o meu nome. éramos os mesmos e não faltava ninguém, cineastas, músicos e poetas acendendo um cigarro sentindo que no mundo […]


a primeira coisa que conseguiram ouvir foram os cachorros. vinham de longe latindo, cheirando sedentos por sangue. os cães loucos estavam soltos. a segunda coisa que conseguiram ouvir foram os homens. vinham de longe gritando, rindo sedentos por sangue. os cães invadem a casa e não existe mais diferença entre homens e animais. as luzes […]


‘eu não tenho sono eu não tenho tempo eu só tenho olhos pra você há tempos eu não via página em branco força, redenção e amor isso por direito pro resto dá-se um jeito que venha a primavera agora faltava ousadia mas se rasga o peito acaba tudo em vermelho e lá fui eu eu […]