Sitting in restaurants

08nov13

Ouvindo as mesmas histórias, eu não posso dormir
enquanto você não entrar por aquela porta
deixar os sapatos no pé da cama
e apagar o abajur
sufocando a saudade que teima em ficar acordada.
Você vai mentir por onde esteve
não que eu ache que estivesse com alguém
eu acho mesmo é que só cansou de mim.
Vai dizer que não quer mais ficar aqui
mas seus olhos não enganam
e eles dizem o quanto você gosta de tudo tiver meu nome.

Dançando na sala
você não respira nada do meu sorriso
mas nos encontramos
ao redor das luzes que nos dizem o que a gente podia ser.
Dias inteiros passados ao telefone,
vai dizer que não quer mais ficar aqui
e quer pegar de volta todas as horas que eu roubei.
E eu vou dizer que não me arrependo
você acende as estrelas
tomando café às 6 e meia
as pessoas acordam
os velhinhos sorriem
a fumaça me sufoca.

Você é a forma que Deus achou para se desculpar
por todos erros da humanidade.

Anúncios


No Responses Yet to “Sitting in restaurants”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: