me diz, que eu vou acreditar

08set13

éramos jovens o bastante pra só aceitar morrer
depois das 3 horas da manhã!

um copo de café na padaria, o cheiro de cigarro e a falta do seu calor, as ruas da madrugada calam a minha boca e enchem meus olhos de saudade. me arrependendo de tudo que eu fiz e explodindo garrafas de vidro nos muros dos vizinhos. eu só não quero enlouquecer. 
lembrando que naquela tarde você me olhou e disse que eu estava tão bem, meio chique até. que eu tinha perdido aquela cara de mendigo. e lembrei que você era a única coisa boa nessa droga de cidade, e que era tão linda e por alguma razão desconhecida, estava comigo. 

e se eu mudasse de canal? assistisse seus filmes favoritos? 
eu só tenho tropeçado. andando na corda bamba, com dois sapatos grandes demais para os meus pés. 

Anúncios


No Responses Yet to “me diz, que eu vou acreditar”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: