Naquela tarde, a menina que coleciona dias tristes conheceu o menino que pinta arco-íris no céu

12jul13

Algumas pessoas colecionam tampinhas de garrafa de coca-cola.
Outros colecionam peixes e certa vez,
juro que conheci um menino que colecionava
chicletes que sua avó mascava.
Mas essa, meus amigos,
é a história de uma menina.
Tão bonita, de olhar aflito
pois tinha como dias tristes
seus dias favoritos.

Algumas pessoas colecionam potes de picles.
Outros colecionam garrafas coloridas,
eu tinha uma amiga que colecionava flores mortas
colocando numa caixa de sapatos, escondida atrás da porta.
Mas do outro lado
(pesando pouco mais de 50 kg)
vinha um menino,
com uma caixa de 12 cores da faber castell
pintando arco-íris aonde antes era apenas cinza no céu.

Mas ela gostava de torta de ameixa
de músicas tristes de roupas escuras e jogava xadrez.
ele abraçava desconhecidos
comia sorvete até pelo nariz.
E fazia aulas pra aprender a contar piadas em francês.

Se encontraram uma tarde, no mesmo psicólogo.
Ela não sabia ver as belezas da vida
E segundo o pai dele, felicidade demais é tão banal
isso só pode acabar mal.
– Quem sabe se o Doutor deixasse meu filho mais normal?

Ela contou sobre os dias tristes,
que eles eram mais reais,
dias felizes sempre trazem decepção
e sabemos o quanto decepção só machuca nosso coração.
Então ela  bordava, como uma costureira
tristezas em sua rotina.
Dias felizes ela escondia, bem escondido numa caixinha
de baixo da cama, e só abria quando a saudade pedia.

Se viram por dois segundos, ou dois anos, que diferença faz?
ele disse oi, ela resmungou
ele sorriu, ela parou.
Ele tinha pincéis num bolso
ela carregava tristezas no rosto.
Ele disse seu nome,
ela mentiu o seu.
Ele disse que ela era bonita
ela não disse nada, mas logo depois se arrependeu.

Ela se lembrou de sua regra mais importante,
o quão dias felizes são decepcionantes.
E resolveu cortar tudo isso de uma vez por todas,
ignorou suas próximas palavras, podou todas as intenções
olhou pra ele com desprezo e se forçou a não sorrir mais
uma garota sabe como machucar corações.

Mas, pobre menina,
ela mal sabia que de corações machucados
o dela seria o mais arranhado.

Ele ficou sem desenhar arco-íris por algum tempo,
não que estivesse triste, só deixava assim.
E ela não sabia o que fazer com esses dias
pois gostava de lembrar, algumas coisas às vezes são assim.
Um pouco tristes, um pouco felizes
e antes que ela se arrependa com todas as forças, esse é o fim.

Anúncios


2 Responses to “Naquela tarde, a menina que coleciona dias tristes conheceu o menino que pinta arco-íris no céu”

  1. uau…. rs já tinha lido antes suas escritas e gostado muito por sinal, mas nunca tive um motivo maior para comentar tal, seu jogo de palavras e sentimentos são magnificos, assim nos fazendo pensar, imaginar e até da vontade de desenhar os arco iris do menino ou de colecionar os dias tristres de menina… todos tem algo assim, uns tristes de mais outros alegres de mais, mas seja como for, quem for, como faz ou o que faz, essas milhoes de pessoas estao vivendo…

  2. Eu VEJO enquanto percorro suas linhas, VEJO o rosto de cada um dos seus personagens, vejo seus olhares, expressões, sutilezas dos gestos. E ta aí, é disso o que eu mais gosto em seus textos, dessa dinâmica, dessa fluidez maravilhosa de histórias de fazer os outros sorrir, desse modo como das linhas saem os personagens, que se movem, falam, sorriem, choram, andam. Encantam.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: