‘a vida tentando escapar, mas não por agora’

27maio13

O Lobão cantava, em qualquer lugar que era um pouco perto dali. Mas não me importava muita coisa. Um sorriso pela noite de domingo, pelas coisas que sempre vão dar errado, mas que não tem problema, porque a gente sempre foi tão bom em ser todo errado mesmo. Então a Natália vem em minha direção com os braços abertos e eu começo a sorrir. Ela me aperta forte, e eu percebo: tempo idiota, como pode te deixar um ano inteiro longe de mim? Aí eu percebo que a culpa não é do tempo, é minha mesmo. Que sempre deixo as pessoas que eu mais gosto irem embora. 
E ela me conta sobre a vida, sobre a faculdade, e tem um amigo dela bacana pra cacete e a prima dela que é tão legal e bonita quanto ela. E eu não sei o que falar, nunca sei mesmo. E o Lobão canta BAMBINA e canta OVELHA NEGRA. E é engraçado como as coisas funcionam na minha cabeça. E ele canta ESSA NOITE NÃO e ME CHAMA. E a gente senta numa escada, pro barulho ser menor e pra a gente conseguir se ouvir melhor.
Agora eu quero falar sobre o shopping, sobre minha prima linda, sobre o Feh, meu amigo irmão que tanto amo. Sobre o Alex que sempre confio minha vida. Sobre a Gi que eu gosto pra cacete. E sobre o Silas que tem problemas com ônibus e eu juro que vi minha vida toda passando diante dos meus olhos. Mas, tá tudo certo, TACUPARIU é a minha nova palavra favorita.
Mas antes o Lobão cantava VOU TE LEVAR. E eu vou levar, vou te levar pra onde eu for. A vida tentando escapar, mas não por agora. 
E a Natália te olha daquele jeito que parece que lê a sua alma inteira. Na verdade, sei um jeito melhor de falar sobre isso: ela sorri com o olhar. E parece que toda vez que ela te olha, você consegue viver mais umas 15 vidas numa boa.
E esse era pra ser um texto sobre o Lobão, mas o lobão foi só uma trilha sonora, daquelas bem baixinhas, pra uma noite boa. Pra uma vida que parece boa. E parece fazer sentido. Ainda mais pra mim, que ando sem dormir muito bem, mas como já disse mais cedo, tá tudo certo, planejei pra tirar o atraso e ter uma boa soneca lá pela quinta-feira.
De resto a gente abre os braços pra sentir a vida chegar mais depressa. 
Eu não sou o mais certo, eu tropeço, eu escorrego, eu chego atrasado, eu conto um monte de mentiras porque tenho medo de quão idiota a verdade possa parecer. Eu vivo melhor no papel do que na vida real.
Mas sobre esse domingo eu digo: obrigado pelos sorrisos.

E um adendo só pra Nathy: não aceito mais um ano sem te ver. Na verdade, ano que vem eu tenho planos de realmente estar por aí. E se assim for, vou querer minha vida cheia de você por todos os cantos. Revolucionária e salvadora de ursos polares. Cacete, faz 6 ou 7 anos que eu te conheço. E ainda é tão fácil falar com você e te contar meus planos e histórias mais absurdas. Obrigado por me deixar roubar a lua um pouquinho.

Anúncios


One Response to “‘a vida tentando escapar, mas não por agora’”

  1. Ah poeta… As palavras caem no chão quando quero falar sobre o carinho que tenho por você, porque nenhuma consegue exprimi-lo devidamente. Eu jamais fui embora da sua vida. Estou sempre aqui, como sempre estive. E talvez tenha sido esse o erro, ficar aqui. Preciso ir pra mais perto de você. E você vir mais pra cá, nem que for pra me devolver a Lua.
    É um paradoxo te ver, porque tenho um infinito pra compartilhar e para beber, que nem sei como e por onde começar. É que eu tenho sede, tenho sede que “nem que eu bebesse o mar encheria o que eu tenho de fundo”, esse fundo que se chama alteridade, vontade de me fartar de suas histórias, sonhos, planos.
    Obrigada por vir, por trazer uma Lua tão esplêndida e ventos que pedem abraços. Obrigada pelo sorriso- pelo que você estampou no meu rosto e por aquele que se abriu no seu. Obrigada pelo post, por seus amigos engraçadíssimos, pela amizade, ursos polares… Obrigada por aquilo que virá nos próximos anos, em todos os anos em que nos conheceremos.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: