mas que sempre acaba trazendo sorrisos

12mar13

choveu tanto a noite passada
que eu tive medo de me afogar.
meus sapatos estavam molhados,
minhas roupas estavam molhadas.
e eu nem sabia muito bem em que rua eu tava
minha cabeça maluca quase entrava em desespero
mas eu movia meus dedos e sentia você.
então eu te olhava
e não importava mais muita coisa
porque a chuva só confirmava o que eu já sabia,
ela só tava te trazendo pra mim.
mamãe chata e saltimbancos.
‘acho desnecessário’, e eu te acho tão bonita.

a grama sob nossos pés
e um ano inteirinho se resumindo
num beijo, entre tudo que podia acontecer
eu me transbordo em sorrisos
e escrevo teu sorriso na minha pele.
porque eu sinto que me afoguei
e você tava ali pra me resgatar
me puxando pra perto
me trazendo de volta pra vida
e negando que é maluquinha por mim
mas sorrindo sem parar,
e odiando a chuva e me odiando por ser a causa disso tudo
mas se prendendo um pouquinho
só mais um pouquinho.
um pouquinho mais perto de mim.

Anúncios


No Responses Yet to “mas que sempre acaba trazendo sorrisos”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: