PIN

02mar13

não me peça pra falar sobre o que motiva alguém a escrever uma música
nem sobre o desvio de quando a gente se apaixona
também não sei mensurar a dor de quando acaba.
e nem calcular sobre a felicidade que é te ver de volta sorrindo pra mim.
mas sei que algumas músicas servem pra cobrir esse espaço,
esse ponto entre a gente se perder, e se achar depois logo em seguida
mesmo que esse logo em seguida leve um tempo.
faz um tempo que só sei falar sobre você
e felizmente, ainda tem um monte de música por aí que levam o seu nome
na verdade, fui eu quem deixou seu rosto em todas elas.
em todas as mais bonitas do rádio.
mesmo sabendo que é impossível tentar apagar a memória,
te peço pra me deixar reescrever
tudo que eu fiz de tão mal-contado.
aliás, onde eu estava com a cabeça quando parti seu coração?

se eu pudesse te ver sem te gostar cada vez mais
eu não conseguiria
sorrir tanto.

Anúncios


No Responses Yet to “PIN”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: