Lynch 2

05fev13

Todos eles. Ali.
Chamando meu nome.
“danilo, danilo, danilo…”
Do meu lado é ele, David Lynch.
De novo.
Um cigarro entre os lábios.
A cara de preocupado, diz que eu desmaiei.
Que eu estava bem e então, do nada, eu caí.
Eu olho ao redor, minha sala, da minha casa.
E muitos rostos me olham pela janela.
Alguns são amigos, alguns não.
Mas todos falam meu nome do mesmo jeito.
Eu pergunto o que tá acontecendo
e o Lynch diz que só estão me assistindo.
A TV tá ligada.
Passa um filme velho com o Day-Lewis.
Ele me encara.
Lynch se senta de volta na cadeira.
E pergunta o que tá acontecendo.
Eu não sei o que responder,
só acho que tô ficando louco,
mas já deve passar.
Ele volta a desenhar e pergunta do meu sonho.
Eu conto de novo, que eu me olho no espelho
e meu rosto já não é mais o mesmo. Meu reflexo ri de mim.
Diz que eu perdi minha vida toda
esperando.
esperando.
esperando.
E quando eu tiro o olho do espelho, todos meus amigos estão mortos.
Lynch desenha num bloco de papel.
Diz que é um sonho muito interessante.
E pede pra eu olhar pela janela.
Então eu percebo que mais ninguém chama meu nome.
E todas as ruas estão vazias.
Só tem o Lynch
preocupado, pedindo pra eu não enlouquecer.

Anúncios


No Responses Yet to “Lynch 2”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: