..from 1984!

29ago12

… sem saber o que falar. Rabiscando seu rosto na minha pele. Ainda sendo o seu erro favorito. Se não sabe o que dizer, me prende nos seus dedos e amanhã a gente inventa alguma desculpa. Pensar demais te diz que sou uma péssima escolha, mas se sentir demais vai ver que só depois de estar tão perto de uma catástrofe é que a gente se sente vivo. Preso na forma como os seus lábios se moviam e seus dedos gelados me conduziam. Seus pés me levavam e eu só queria abrir meu guarda-chuva. Eu não faço a menor ideia de como você me achou. Mas vai ser uma droga se me deixar ir embora…

Anúncios


One Response to “..from 1984!”

  1. So queria saber porque nos deixam ir… Dao desculpas esfarrapadas e nos deixam ir… Nos obrigam a ir… Forca-nos a ir… Eu so quero ficar, mas nao me deixaram, me algemaram no trem da tristeza e assim fui jogado pra longe.. Mas ao mesmo tempo a lonjura me fez ver seus olhos, corpo, fala todo dia diante de mim… Eu queria ficar, mas nao jorrado, baixo… Entenda que o sofrimento e algo que nao desejo… Agora despreso eu mesmos, o que gosto, o que doe, o que amo… Faz um mes que nao escrevo nada, e em um comentario digo tudo… Acho que morri… Desculpe se desepcionei alguem, eu mesmo, mas morto estou… E juro que a unica coisa que eu queria e que essa sua escrita nao tivesse nada haver comigo mesmo sem querer… Fui ver a droga que tornou minha vida por eu ter tido que ir!
    Assim em comentarios ninguem me julga, ninguem termina de me matar, dizendo o que talvez nem eu saiba o que sou, por nao ver mais a escrita do menino que mora em seus mensamentos no B612


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: