Archive for julho, 2012

Antes

30jul12

tenho uma bagunça.  e nem todas as músicas são o bastante. então me sobra a espera. segundos que passam como anos. no último minuto me senti 60 anos mais velho. 60 anos de amor pra te entregar. ou não. me sinto bem com todo ele dentro de mim. um sorriso. um punhado de palavras. um […]


às vezes

26jul12

‘Às vezes eu penso em partir Às vezes eu quero ficar Às vezes eu preciso de ti Às vezes prefiro ficar sozinho Às vezes não sei o que devo dizer Às vezes não sei o que devo fazer Às vezes nada faz sentido Às vezes tudo é sempre igual Às vezes eu não ligo Às […]


só um rascunho

25jul12

Esse é um post 100% pra mim.  Porque sexta-feira eu vou viajar e talvez eu só escreva aqui na segunda-feira. Não sei ainda. (mas amanhã ainda tem música) E agora eu preciso falar sobre a Dany B. Vocês sabem, a dona do Sem Sabor e uma das pessoas mais incríveis do meu mundo. (: Hoje ela […]


…foi como aquela vontade – absurda e incontrolável – que a gente tem de tomar sorvete de limão, bem quando a gente tá doente ou nossa garganta tá uma droga. Assim que foi. O mesmo sorriso fácil no rosto. E a mesma sensação de ‘ok, talvez amanhã eu esteja fodido’. Mas como canta a Zooey: Well […]


esse título é uma frase da música TIFFANY BLEWS – uma das mais legais do fall out boy. Meia-noite e onze. A gente só quer alguém pra conversar. Qualquer pessoa, qualquer rosto. Alguém que não me deixe ficar louco. Antes louco, do que me permitir esquecer o seu sorriso. Hoje alguém falou seu nome. Quase […]


Fevereiro

19jul12

‘Olha só quem eu encontrei Ele não vai te deixar, mesmo sabendo que o mundo te fez duvidar E deixar de crer que existe alguém feito pra te atrapalhar Nos teus planos de viver sem alguém Vem aqui, deixa eu te acordar A gente se perde sim, buscando um lugar seguro pra se abrigar E […]


Tu

18jul12

Escrevi assim mesmo, no alto da página. Duas letras com todos os sentimentos bonitos que eu sabia dizer. E depois eu me perdi. No nosso emaranhado. Eu sou um novelo de lã. E tu é um gato, me puxando. Fiozinho por fiozinho, até me desmanchar inteiro. Até me fazer desconversar, olhando pro outro lado em […]