te escrevo

08jun12

me liga qualquer dia, me conta qualquer bobagem. diz que vai estar por aqui, que vai estar na cidade, que tem um novo amor e que ele tem uma risada mais normal que a minha. sei lá, só manda notícias. a gente sabe tudo que passou e ninguém quer ser a paz de ninguém. só me leva pra tomar um café então, me chama pra um filme, faz um brigadeiro. coloca uma pipoca no microondas. eu gostava era de estar com você, gostava de quem eu era com você por perto. outro dia eu vi uma música, era sua cara, pensei em te mandar mas fiquei com medo que fosse pensar que eu ainda era maluco por você – não que eu não seja. mas, esse é um dos problemas da internet, todo mundo pensa que entende como é a cabeça da gente. 
mas, só por hoje pelo menos hoje, eu queria te ver por aqui. sabe, te fazer rir um pouco. te contar do livro que eu li semana passada. acho que eu ainda quero te falar tanta coisa. ou, pelo menos ficar um pouco quieto do seu lado, sem precisar falar nada. só ouvindo sua respiração. e pensando que a vida é uma bobagem, e que a melhor forma de passar por tudo isso e ouvindo sua voz me mandando calar a boca, que de vez em quando, eu sou besta demais. acontece que eu queria te contar: eu nunca gosto de ninguém. as pessoas me cansam. me cansam pra cacete! mas, por algum motivo, todos os dias eu pensava te ver. e ainda penso, quando chove.

com amor,
te escrevo palavras bonitas na porta da minha geladeira.

Anúncios


No Responses Yet to “te escrevo”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: