Os muros da cidade falavam alto demais

29fev12

E diziam tanta coisa, que eu nem sabia o que ouvir.
Me chama de Cazuza.
Me leva embora. Me deixa num bar.
Só não me olhe como se eu não estivesse aqui.
O curso não para.
E é outro ano todo que vem.
Eu grito sozinho.
E todas as vozes são tão iguais, porque eu já não falo a verdade.
Meus olhos mentem nossos erros.
Mas é só outro dia.
Aonde a cidade confunde nossos nomes

Anúncios


One Response to “Os muros da cidade falavam alto demais”


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: