Olhos de Janeiro

06out11

Ela tinha olhos de janeiro
Que de longe não pareciam sorrir
E acho que nem era capaz de me ver
Já era tarde
E ela tinha o rosto de quem queria partir.

Mas eu pedi.
Como se pede perdão,
Pedi pra não partir assim.
Pra não me deixar assim.
Disse que não era pra tu morrer
Não assim.
E o pior, não era pra me matar de dentro de ti.
Mas não me resta
Nada
Nem sorriso
Nem lágrima.

– Não vá me esquecer.
Mas era só um jogo de enigmas
E eu me perdia nos teus olhos de janeiro
– Não vou te esquecer.
Mas eu sei que vai
E eu venerava teus olhos de janeiro

Antes eu era Narciso
Antes de te conhecer
Agora sei que o teu nome está dentre as criaturas mais belas
E me apaixonei pelo seu rosto de menina
Que me diz pra partir, quando na verdade
Sua vontade mesmo é de dizer pra eu ficar.

Das coisas que você disse?
Guardo as mais tolas.
Porque são essas as mais verdadeiras.
Das coisas que a gente fazia?
Guardo tudo que faltou
Pra ainda fazermos um dia.

E um dia vou dizer.
Ela nem vai precisar perguntar, vai saber que é a hora.
Que já esperamos demais
E ninguém mais precisa ir embora.
Então senta, preciso te contar
É mais ou menos assim a história.
Tinha um amor que ninguém gostava de chamava de amor.
Por isso era só gostar.
Mas era tão forte, que até os deuses tinham inveja.
Por isso fizeram demorar.
Mas o tempo é rápido e curto, tudo ao mesmo tempo
E é tão confuso, que morríamos de medo.
Mas não importa o que acontecia.
Eu não esquecia.
Aquilo que fazia tudo sempre parecer um recomeço,
Aqueles seus lindos olhos de janeiro.

Anúncios


2 Responses to “Olhos de Janeiro”

  1. “Das coisas que você disse?
    Guardo as mais tolas.
    Porque são essas as mais verdadeiras.
    Das coisas que a gente fazia?
    Guardo tudo que faltou
    Pra ainda fazermos um dia.”
    Fico sem palavras diante das suas. Esse texto é tão seu… “olhos de janeiro”… tão DAN! Mas ele é diferente… a dinâmica, talvez. Lindo, afinal.

  2. 2 soalgumasletras

    olhos de janeiro me lembram meses, que me lembram fases da vida, que me lembra que nos últimos tempo as pessoas tem sempre colocado um tipo de frase de destaque para cada mês tentando prevê-los de um modo meio pessimista e as vezes otimista de mais, e isso me lembra que o tempo passa e um dia pra cada um os dias se vão, e a vida se acaba o que me lembra um velho amor.huun …


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: