23set11

Você é do tipo que faz chover quando quer. Que me molha. Que me beija.
Quando quer.
Lava toda a bagunça que mora em minha cabeça e vem pra passar a noite no meu coração.
Mas levanta cedo, nem dá tempo de eu acordar.
A casa já esta desarrumada e meu pensamento já é seu.
Volta a noite, volta outro dia.
Volta no ano que vem.
E tudo bem, a casa já é sua e meu pensamento já está todo desarrumado.

Você é do tipo que faz sol quando quer.
Respirando do meu mundo e lendo os meus livros.
Decorando as frases, enquanto eu decoro os traços do seu rosto.
Eu falo sobre tudo, mas na verdade tenho medo de lembrar
Você lembra de tudo e morre de medo de falar.
Porque a gente nunca foi igual. Éramos dois opostos que corríamos na mesma direção.  Nos prendíamos entre nossos dedos e você só dizia que queria ser feliz. E eu sorria, porque você não sabia, mas a felicidade levava o seu nome.
E o meu nome, se escrevia do mesmo jeito que o seu.

Anúncios


No Responses Yet to “”

  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: