Pra sempre idiota

25fev11

Quantos ‘pra sempre’ já te disseram?
Eu sempre penso sobre isso.
Que eu agradeço por você nunca ter dito.
Depois eu penso mais um pouco.
E fico refletindo se você nunca disse por já saber que não seria.
Você é esperta, sempre soube das coisas antes de mim.
Antes mesmo de eu pensar, você já sabia.
Isso é um bucado injusto se parar pra pensar.
Sei lá, assim você fez todas as escolhas sozinha.
Acontece.
Eu lembrei de uma garota.
Faz tempo, no colégio, ela disse: te amo pra sempre.
Eu não sabia o que dizer, então beijei ela.
O pra sempre dela durou mais umas 3 semanas.
Filhadaputinha ela.
Não que eu tenha ficado chateado, ok, fiquei um pouco.
A gente acaba gostando, sabe?
Mas sei lá, ela não devia ter banalizado o pra sempre.
Posso ser um idiota por isso.
Mas eu acredito.
Sabe, naqueles amores que estendem limites de tempo e espaço.
Eu acredito
Ok, do que eu tô eu falando?
Vou balançar o pinto por ai, pra ver se distraio as idéias.

Eu e o Jude resolvemos não contar pra ninguém sobre a policia.
Talvez o Guile não precise de mais audiência e, nem o filho dele.
Já é um bucado ruim passar por algumas coisas.
Pior ainda quando tem muita gente apontando pra você.
É uma merda…

O povo tava animado no trabalho.
O JJ veio correndo dizer que a irmã do Black ia trabalhar com a gente.
Na mesma hora eu olhei pro Black.
Ele fez aquela velha cara de ‘vou matar você’.
Ok, não importa como seja a irmã dele, já decidi ficar longe.

Eu só queria dormir.
De verdade, me sinto um zumbi.
Mas o Jude não, esse cara não para.
Me convenceu a ir pro bar.
Chamou o povo.
O Sal tava me esperando na porta do trampo, devo ter deixado a janela aberta.
Peguei ele no colo e a gente saiu pra andar.
É diferente agora.
Antes eu saía você.
A cidade acendia as estrelas só pra nós dois.
E era tudo mais em paz.
Agora, eu levo o Sal no bolso de dentro do casaco.
O JJ já tá bebado depois da segunda lata.
O Jude é um eterno poeta, ele abraça os postes e canta músicas de amor.
O Pablo dificilmente anda com a gente, ele tem filhos e tals.
E hoje, o Black tá ali, sempre quieto.
As ruas são grandes demais.
O Jude canta Blue Moon e o mundo todo gira.
E eu sem ter meu lugar.

Eu queria ir pra casa dormir.
Mas passamos numa praça, uma gangues, uns bebados, umas putas.
Tudo normal.
Mas dai o Jude vê.
A última garota que prometeu pra ele que seria pra sempre.
Tava ali, bonita, de vestido, cabelo preto.
Ele olhou de longe.
E só conseguiu ver que ela estava de mãos dadas com um cara que não tinha nada a ver com ela.
Como eu sei?
É óbvio, dá pra notar quando um cara nunca vai conseguir fazer uma garota feliz.
O Jude parou dois segundos, então sorriu.
Falou ‘tá tudo bem, ela não é ninguém.’

O bar.
Era 11 horas da noite.
O Jude queria jogar sinuca, os caras toparam.
Eu sentei lá fora.
Com o Sal.
Peguei uns amendoins pra ele comer.
Eu olhava pro céu e pensava o quanto as coisas pareciam dificeis pro Jude.
Sem casa, sem a familia, sem a garota que ele gosta.
Aposto que ela tinha dito que o amava pra sempre.
Vadia.
..Então uma moto parou na minha frente.
Não uma moto, tipo uma lambreta.
Desceu dela uma garota.
Tirou o capacete e olhou pra mim.
Ela tinha os olhos azuis mais perfeitos do mundo.
E um cabelo preto bagunçado por causa do capacete.
Ela olhou pra mim e entrou bar, voltou 2 minutos depois, perguntou se podia se sentar.
Sentou do meu lado, na calçada.
– Oi – ela disse – estão dando uma festa tremenda lá dentro.
– É, o Jude está se sentindo mal, essa é a maneira dos rapazes fazerem ele ficar melhor.
– O que houve com o Jude?
– Uma garota.
– Entendo.
Ela pegou o Sal no colo.
Na hora eu lembrei daquilo, do Sal sempre fugir do colo de outras pessoas.
Menos de você.
Mas, ali ele ficou. Deu uma mordidinha na mão dela e ficou ali.
Eu sorri.
 – Esse é o Sal.
Então a porta do bar abriu.
Os caras sairam de lá.
O Black montou na lambreta e falou: vem Alisson. Se cuida Jude.
E então eu entendi, que aqueles olhos azuis dela, eram exatamente os mesmos do Black.
Aquela era a irmã dele.

Ainda não dormi e o sol vai nascer.
O Jude tá andando pelo corredor, cantando músicas.
Eu penso em você.
O Jude entra, me vê no sofá e pula por cima de mim.
Eu lembro de você.
O Jude pergunta: tu pegou a irmã do Black?
E então ele me abraça.
Eu começo a rir e entendo que o Jude sim, ele sim vai ser pra sempre.

Anúncios


2 Responses to “Pra sempre idiota”

  1. 1 anaspera

    Vivemos na era da banalização, Dan.
    Amor, tempo, música, pra sempre, eu te amo.
    Só faltam banalizarem o pinto.

    E o cu.

  2. 2 soalgumasletras

    Eu ri do comentário da Ana, mas está completamente certa. Mas nem o pinto nem o cu falta, acredite muita gente já banalizo eles.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: