Enchente!

12jan11


‘Não foi por mal nem sei porque. Voltar atrás, não sou capaz. Pra onde ir? Pra quem sorrir? O que me diz de ser feliz?
Então não vai, não me destrói, não vai mais ter uma outra vez, não vou chorar. Então vem dançar, me leve pra qualquer lugar.
“Apague a luz, vamos dançar e esquecer enquanto for durar”
Será tão triste quanto seu olhar? Será tão forte quanto o seu olhar?
Não há ninguém como você e só você me faz sorrir
Já não consigo nem lembrar do mundo antes de você
Antes do sol, da chuva, antes de você.” 

 Oi, vim trazer rock de verdade pra vocês.
As duas músicas que eu vou colocar aqui foram escritas pelo Gabriel ‘Bill’ Zander. A primeira, ali de cima, ele escreveu na banda Noção de nada, um bom tempo atrás. Tipo uns 10 ou 12 anos. A música chama ‘Antes da enchente’ e eu gosto muito. Não sei descrever o que ela me faz pensar.

A segunda, ele escreveu uns 2 anos atrás. Com a banda Zander e chama ‘Depois da enchente’. Eu gosto de ver como uma espécie de continuação, como se as músicas tivesse algo a ver. Talvez tenham, talvez não.


“Já não me sinto tão mal em relação ao que disse pra me manter aqui. Tão longe do seu olhar, sempre a me criticar. E se eu disser que não dói tanto assim, saber que já não sou o motivo pra te fazer sorrir. Nem quem segura a sua mão, quando já não é preciso dizer mais nada.
E a vida segue pra mim. Afinal, as contas vão chegar e meu endereço elas sabem de cor e, você também deve saber, talvez resolva aparecer… E se eu disser que não dói tanto assim, saber que já não sou o motivo pra te fazer sorrir. Nem quem segura a sua mão quando já não é preciso dizer que eu não entendo… Não entendo você!
Imagine então se nada mais pudesse nos prender e eu de fato conseguisse enfim viver como deveria ser.”

” Eu posso não ser muito, esperto, mais eu sei o que é o AMOR! ”

           (Forrest Gump)

“É bom quando descobrimos que podemos surpreender a nós mesmos, faz pensar no que mais podemos fazer e havíamos esquecido.”

        (Beleza Americana)

Sol Robenson – Você lembra de Arquimedes, de Siracusa? O rei pediu a ele que determinasse se um presente que recebera era realmente de ouro maciço. Problema insolúvel na época. Isto torturou o grande matemático grego por semanas. Atormentado pela insônia, ele rolou na cama várias noites. Finalmente, sua esposa, igualmente exausta, obrigada a dividir a cama com um gênio,  convenceu-o a tomar um banho e relaxar. Ao entrar na banheira Arquimedes percebeu que a água subira. Deslocamento. Um modo de determinar o volume. Logo, um modo de determinar a densidade. Massa sobre volume. E assim, Arquimedes resolveu o problema. Ele gritou “eureca!” e , emocionado, correu molhado e nu pelas ruas até o palácio do rei para contar a sua descoberta. Agora, qual é a moral da história?
Max – Uma descoberta será feita.
Sol Robenson – Errado! O ponto chave da história é a esposa. Escute sua esposa, ela lhe dará perspectiva, ou seja, você precisa descansar. Tome um banho ou não chegará a lugar nenhum. Não haverá ordem, apenas caos.”

          (‘PI’)

“As pessoas mais difíceis de serem amadas, normalmente são as que mais precisam de amor.”

(Poder Além da Vida)

“Mudar não é uma escolha. Não para uma espécie de planta, nem para nós. Acontece, e a gente fica diferente…”

             (Adaptação)

“Wendy: Meninos perdidos? Quem são?
Peter Pan: São bebês que caíram de seus carrinhos. Se ninguém os procura em 7 dias, eles vão para a Terra do Nunca.
Wendy: Há meninas por lá?
Peter Pan: Não. Meninas são espertas demais pra caírem de seus carrinhos!”

            (Peter Pan)

“Jeremy: Eu gosto muito do seu nome Candance. 
Candace: Sério?
Jeremy: Sim, porque é o seu nome.”

              (Phineas e Ferb)

‘- Que dica você daria aos telespectadores que procuram o amor?
– Minha dica é: Não procurem.’

          (a verdade nua e crua)

“Jogue sempre sal sobre seu ombro esquerdo,
tenha alecrim no seu jardim,
plante alfazema para dar sorte e apaixone-se sempre que puder.”

            (Da Mágia à Sedução)

É isso.
O post tá meio grande. =x
Então resolvi nem fazer enquete, já tem muita coisa.
Ouçam as músicas, ok?

força.

Anúncios


2 Responses to “Enchente!”

  1. 1 Súh

    fico legal *-*
    Parabeéns*-*

  2. 2 soalgumasletras

    Gosto dos teus posts, mesmo grandes. owieowie-qq’
    roubou minha tirinhas haha’.
    eu gosti.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: