Talvez você não entenda o quanto é o bastante, seu idiota

12nov10

A vida é uma xícara de porcelana.
Que a gente tenta segurar forte.
Com as duas mãos.
Mas somos burros e descuidados.
A gente sempre tropeça.
E a xícara quebra.
Fim.
É uma merda.
Depois que a xícara quebra não adianta mostrar o pinto.
Não tem mais nada.
Não adianta tentar colar.
É como tentar parar um trem com flores nos trilhos.

Agora são 4 da manhã.
Chove.
Você foi dormir um pouco.
Eu fico aqui, folheando um jornal.
A única noticia sobre tudo isso, é uma nota pequena.
Uma coluninha, na 4ª página.
“Caminhão joga carro pra fora da pista”
É esse o título.
E depois uma reportagem.
Dizendo que o motorista do caminhão dormiu alguns segundos.
A culpa não é dele.
Ele tem familia e filhos.
Ninguém tem culpa, mas eu preciso gritar com alguém.
Então, enquanto chove, eu grito pro céu.
E mostro o pinto pra deus.
Ninguém tem culpa.

Rambo teve ferimentos leves.
Não consegue chorar.
Fica o dia todo parado, ao lado da cama da Amélie.
Os médicos entenderam que ali não existe horário de visitas.
Ele não quer ir pra casa.
Quer ficar ali, até ter certeza de que ela está bem.
Mas ela não está.
Tem esse cara, o Doutor Adams.
Ele tem cuidado da Amélie.
E me diz que não sabe como as coisas vão ser.
Mas que ele faria todo o possivel.
Ok, acredito nele.
A gente tem que acreditar em alguma coisa nessas horas.

Ainda chove.
Eu chego em casa, você tá dormindo no sofá.
Eu faço barulho você levanta a cabeça, me vê.
Digo pra você ficar deitada, mas você vem me abraçar.
Cara, como eu gosto de você.
Você diz que vai fazer pipoca e eu sento com o Sal no sofá.
Por 2 horas, eu pude esquecer de tudo.
Não sei o que dizer.
Só, obrigado por cada segundo.

O telefone toca.
Rambo está desesperado.
Diz que algo deu errado e Amélie está muito ruim.
Digo pra você ficar, você diz que não.
Eu fico bravo e digo que você vai trabalhar no outro dia.
Você diz que vai comigo.
Eu grito pra você parar de ser teimosa e ficar ali.

No hospital Rambo está tremendo, Amélie está mal.
E ninguem acha o Doutor Adams.
Pergunto onde ele mora.
Só 13 quarteirões dali.
Então eu faço o mais simples.
Vou correndo, não conseguiria ficar parado esperando.
13 quarteirões, sem parar.
Parar não pode.
Parar nunca.

“Doutor Adams, seu filho da puta!” – eu gritei.
Alguns segundos depois uma luz acendeu.
E ele apareceu na janela.
– O que aconteceu garoto?
– A Amélie tá morrendo, porque você não está lá agora?
Ele me olhou e deve ter compreendido.
Fechou a janela e 5 minutos depois estava pronto, na rua.
– Você prometeu, você prometeu que faria de tudo. Mas agora ela ainda tá travada naquela maldita cama! VOCÊ PROMETEU, A CULPA É TODA SUA! A MALDITA CULPA, É TODA TUA!
Eu queria que ele gritasse comigo.
Que me chamasse de idiota.
Mas ele só olhou pra mim e falou:
– Me desculpe. Entenda que eu fiz e ainda vou fazer de tudo. Mas as vezes, tudo não é o bastante. Seja forte, Amélie pode te ouvir, sempre pode. E tenho certeza que ela odiaria te ver assim.
Então eu chorei.
Entrei no carro com o Doutor Adams e fomos pro hospital.

Ele entrou correndo.
Eu fiquei no carro, não podia chorar perto do Rambo.
Não entendia o sentido das coisas.
Nunca entendi nada.
Só me sinto um lixo.
Lembro que briguei com você.
Um mês atrás minha vida era tudo o que eu tinha sonhado.
E eu só reclamava.
Agora to aqui.
Assim.
OK, EU SOU UM IDIOTA.

Sai do carro e fui direto pro quarto da Amélie.
Antes de entrar, pude ouvir sua voz.
Você cantava, baixinho.
Olhei pela fresta da porta.
Você estava do lado da cama dela, segurando sua mão.
Cantava alguma música bonita.
Então sentei no corredor e fiquei te ouvindo.
Fechei os olhos e adormeci.

Acordei.
Você estava sentada do meu lado, no chão.
– Você é uma linda.
Beijei seu rosto.
Olhei para o quarto, Amélie parecia sorrir.
Te abracei forte.
Murmurei um pedido de desculpas e falei que, de verdade, eu gosto de você.

Anúncios


3 Responses to “Talvez você não entenda o quanto é o bastante, seu idiota”

  1. 1 Suuh

    Liindoo *-*

  2. 2 anaspera

    😐


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: