Criança idiota.

08out10

Quando eu tinha 10 anos, fomos ver um papai noel.
Era em um grande shopping.
Muita gente ia lá.
Colocavam as renas de mentira e uma árvore de natal.
E um tiozinho tarado colocava uma roupa vermelha e uma barba de mentira.
A barriga devia ser de verdade.
De tanto beber.
Quando moresse já estaria no formol.
Eu gostava disso.
De ver o papai noel.
O velhinho tarado de vermelho colocava  a gente no colo.
E perguntava umas coisas legais.
A gente chegou cedo naquele dia.
Quando o papai noel disse que começaria a falar com as crianças, um milhão de pessoas começaram a correr pra chegar mais rápido perto dele.
Eu resolvi cortar caminho, por entre um cabos no chão.
Tropecei em algum, mas nem vi, continuei correndo.
Pulei no colo do tiozinho papai noel e disse:
‘Quando eu crescer, quero ser alguém famoso!’
Então eu vi seu olhar de ódio.
Olhei pra trás, eu tinha derrubado umas luzes.
Que cairam em cima das crianças.
O bom velhinho olhou pra mim e disse:
‘Você nunca vai ser porra nenhuma, sua criança idiota’.

Assim, três coisas aconteceram.
Primeiro, eu comecei a odiar o papai noel e tudo que lembre natal.
Segundo, eu descobri que lâmpadas podem machucar muito as pessoas.
Terceiro, eu comecei a me convencer de que eu nunca seria nada além de uma criança idiota.
Salve salve, bom velhinho.

Acordei.
Sonhei com o maldito papai noel.
Aquela cara vermelha de raiva.
Devia estar bebado também.
Morro de nojo.
Mas admito que a culpa foi minha.
Porra, como eu ia saber que as lâmpadas iriam cair?

Voltei do hospital ontem, você me tirou de lá.
Agora saiu, estudar, trabalhar, viver.
E eu aqui.
Me fuder, me fuder, me fuder.
Mas, aqui é bem melhor do que lá.
Aqui tem o telefone, a tv e a janela.
E tem o Sal também.
Meu companheiro.
Se bem que agora ele gosta mais de você.
Ingratinho o filha da puta.
Mas eu entendo.
Eu também gosto mais de você do que de mim.
Você me perguntou mais algumas vezes o porque de eu ter brigado.
Acho que desconfia.
Não, você sabe.
Você sempre sabe.

Amélie vive por aqui.
Ela cuida bem de mim, é uma grande garota.
O Rambo é um cara de sorte.
Acho que você não gosta muito dela.
Não entendo porque, eu já disse que a Amélie é incrivel e minha super amiga. Só.

Você chegou.
Amélie estava aqui, me dando sopa.
Adoro sopa.
Você jogou a bolsa na mesa e pediu pra Amélie sair.
Eu falei pra ela ficar, eu adoro sopa.
Você se sentou e esperou.
A Amélie começou a contar uma piada divertida.
Eu ri, você não.
Amélie saiu.
Eu perguntei o que tinha acontecido.
Vocâ disse que não aconteceu nada.
Eu pergunto de novo.
Você diz que está cansada, que queria fazer algo por mim, mas que eu devia chamar a Amélie agora.
Então você pegou o Sal no colo e começou a dizer: eu devo tá ficando maluca e não quero ser assim. Eu sei porque você brigou, não mente pra mim.  Eu não quero precisar aguentar isso.
Então você abriu a porta pra sair.
Eu só gritei: ‘hei, devolva o gato’.
Você parou na porta e disse: ‘você não passa de uma criança idiota’.
Maldito, maldito bom velhinho.
Eu fiquei ali.
Pensei um pouco e fiz a coisa mais sensata.
Me levantei e corri atrás de você.
Ignorei as costelas quebradas.
Te alcancei na calçada, você chorava.
Não sei porque, nunca entendo.
Mas eu não podia não dizer nada. Então eu disse:
‘ Eu num sei o que houve, mas hoje eu vi tv e…’
Precisei parar pra respirar, acho que quebrei mais umas 3 costelas agora.
‘… E eu vi, que nosso coração bate 115200 vezes por dia.’
Respirei mais um pouco, tudo ardia muito.
– E dai? – você perguntou – você tá louco?
‘ Não, é só que.. você sabe quantas dessas batidas são por você?’
– Como?
‘ Você sabe, quantas são por você?’
Agora eu nem conseguia ficar de pé.
‘ Todas. Todos os dias meu coração bate 115200 vezes e todas essas vezes, são só por você. Entende? Eu gosto de você, porra. Você é assim, por você.. Eu quero ser um pouco mais que uma criança idiota. ‘
Vai se fuder bom velhinho.

Anúncios


4 Responses to “Criança idiota.”

  1. você não usou o artifício do pinto pra fora nesse, e realmente ficou lindo *-*

  2. 2 Suúh

    concordo com a Aline

  3. 3 soalgumasletras

    Nunca gostei de papai noel.

  4. 4 anaspera

    Eu adoro essa história. Tinha sumido do computador… Voltei para ver se tinha mais alguns pedaços dela jogados por aqui.
    Finalmente essa “criança idiota” falou o que eu queria que ele dissesse.
    (Pareço aquelas idosas que acompanham novelas esperando o próximo capítulo e torcendo para que o personagem tal faça tal coisa) .
    É. Continue.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: