Exemplificando minhas confusões, com um sorriso nos lábios

07out10

A chuva cantava nos vidros da casa. Os carros passavam na rua e faziam aquele barulhinho bom de se dormir. O vidro embaçado, a luz acesa, o céu escuro. É tudo o que sempre tive, além do violão sem som e das moças da tv, que sempre se parecem com você. Mas eu sei que não chegam nem perto, elas não tem o seu sorriso, nem o seu olhar. E é engraçado, pois todas as palavras que o cara do jornal diz, me lembram o seu nome, como se o mundo se preocupasse em não deixar que eu te esqueça, nem por um segundo.
Minha cabeça segue em um fluxo de inquietações que eu não sei como conter. E nem sei se quero conter. Eu me ajoelho do lado do telefone e grito! Mando ele tocar, mando ele reproduzir o som da sua voz. Mando ele dizer que você vai estar aqui, mas ele não pode, é só um telefone. Ninguém pode. Ninguém sabe dizer nada, todos estão mudos, enquanto eu tento sintonizar minha tv em cores.

Eu sei o que vai acontecer. Minhas respostas foram escritas nas paredes, eu só tenho que lembrar como se faz para ler… Ou, nem precisa também. É tão simples de saber.
Então eu lembro, lembro de você. E o rádio começa a tocar, as cores começam a pular da televisão e o telefone… O telefone começa a cantar a nossa música. Estrelas surgem no céu, os livros da estante recitam os bobos poemas de amor e eu abro os braços e deixo a felicidade atingir meu rosto, com um gosto de sorriso nos lábios.

É mais ou menos assim. O pobre desespero sem força, se tornando uma alegria incondicional, que me faz querer rodar o mundo todo cantando musicas populares. E do mesmo modo como a felicidade chega do nada, ela também se esvai. Aquieta de novo. E volta só a chuva e o som de minha respiração. Mas, agora tem você por aqui. Ou, sempre teve, eu que escondia. Sempre fui assim, de brincar de esconde-esconde em horas erradas, o problema é que eu sempre me escondo bem. Mas não dessa vez. Tudo parece bem.
Então é dia de arrumar o cabelo, pegar uma camisa limpa e sair por ai. É impossivel não sorrir. Desliga a tv, porque hoje eu vou ai te ver.

Anúncios


3 Responses to “Exemplificando minhas confusões, com um sorriso nos lábios”

  1. lindo *-*

  2. 2 Suúh

    liindo *-* ²

  3. 3 soalgumasletras

    Um sorriso pode explicar tanta coisa.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: