Bônus

29set10


‘1 – Último capítulo.

Foi naquele dia em que chovia demais. Do alto do sexto andar, Pierre, assistia a cidade das luzes se transformar em um grande áquario. Ele sentou-se, abriu um livro e resolveu que leria um último capítulo antes de se matar. Sim, ele ia se matar, já tinha tudo planejado. A corda estava ali, o veneno, a faca. Pra não ter fulga.
Ele terminou de ler calmamente, saboreou o final do livro com um sorriso. Se levantou, viu a chuva mais um pouco e subiu na mesinha do centro, colocou a corda no pescoço, tentou lembrar das palavras finais que tinha ensaiado tão fervorosamente, não parecia digno morrer sem dizer nada. Mas, por fim colocou a corda no e pescoço e…
‘TOC TOC’
Tudo bem, atender a porta mais uma vez. Ele foi lá fora e viu 2 olhos, espantosamente lindos, olhando pra ele…’

Oi amigos! *-*
Aqui é o Dan, hoje é quarta-feira e como vocês podem ter notado, eu comecei diferente esse post! =P
Durante essa semana varias pessoas disseram que sentem falta dos meus textos mais românticos… fodam-se vocês! Então, refletindo sobre isso, eu resolvi fazer uma histórinha em capítulos e colocar nesse post de hoje. Não sei se vai ser exatamente romântica, porque eu só fiz o primeiro capítulo. Então, se ninguém gostar, fuckfuckfuckfuckfuck!
Bom, como vai vocês? =)
Nessa manhã cinzenta, de chuva idiota. ¬¬
Ah, não sei mais o que dizer…
Vamos continuar!

‘2 – É só falta de atenção garota, só falta de atenção.

Ela entrou e sentou. Parecia desesperada. ‘Meu nome é Sophia’. E então ela viu a corda e o veneno e a faca. Um segundo de compreensão passou pelo rosto dela e ela perguntou: ‘Porque você ia fazer isso?’
‘Não gosto da chuva’.
‘Só por isso?’
‘E você, porque tá assim?’
‘As vezes gente percebe que tá sozinha no mundo. E então entra em desespero. Sua luz tava acesa, achei que pudesse conversar…’
Ele olhou pra ela e perguntou: ‘A corda, a faca ou o veneno?’

Frases! *-*

“Talvez eu seja aquela pessoa substituta, o ser que é impossível de ser esquecido mas que também nunca é lembrado.
Talvez você também seja uma pessoa substituta, todos são para alguém, pelo menos pra uma pessoa nesse mundo e algumas vezes essa pessoa é aquela que mais importa pra você.”

(eu amo esse filme! ‘Tudo Acontece em Elizabethtown’)

“Eu deixei você viver por um simples capricho meu, e agora por um simples capricho meu, vou te matar!”

(eu ri, ‘Naruto’)

“É como o treinador sempre diz: Não tenha medo da grandeza, alguns nascem com ela, outros alcançam ela e outros transcendem a ela. ”

(‘Ela é o Cara’)

“O mundo é o mesmo. Só se tem menos razões para se viver.”

 (‘Piratas do caribe’)

“O tempo passa. Mesmo quando parece impossível. Mesmo quando cada batida dos segundos dói como o sangue pulsando sob um hematoma. Passa de modo inconstante, com guinadas estranhas e calmarias arrastadas, mas passa. Até para mim.

(do gay, ‘Lua Nova’)

“Algumas coisas são mais preciosas porque não duram”

“Consciência é um termo educado para covardia”

(‘Dorian Gray’)

“A vantagem de ter péssima memória é divertir-se muitas vezes com as mesmas coisas boas como se fosse a primeira vez.”

( o melhor filme do mundo,’Brilho Eterno de uma Mente sem Lembranças’ )

” – Jenny: Forrest…
– Forrest: Oi.
– Jenny: Você teve medo no Vietnã?
– Forrest: Sim, …bom, eu não sei.
As vezes parava de chover, o bastante para as estrelas aparecerem, e aí era bonito. Era como quando o sol vai dormir no horizonte, tinha mais de 1 milhão de faíscas na água, como no lago da montanha, era tão claro Jenny, que parecia ter dois céus, um em cima do outro.
E aí no deserto, quando o sol nasce, eu não sabia onde acabava o céu e começava a terra, era tão lindo.
– Jenny: Queria ter estado lá com você.
– Forrest: E estava.
Jenny: Te amo.”

(‘Forrest Gump: O Contador de Histórias’)

“3 – Um gole de você, pra me matar.

Ela olhou pra ele e disse: Não me leve a mal, mas acho que você devia viver essa noite.
Ele olhou pra ela, deu os ombros, subiu na mesinha e pensou em começar a recitar um Shakespeare. Mas ela falou algo como ‘não acredito que você também vai me abandonar’. Ele olhou pra ela, abaixou pegou o veneno e jogou no colo dela. Voltou a se concentrar no seu discurso final. Ela atirou o veneno na parede, subiu na mesinha e o beijou.’

Bem amigos.
É isso. Já sabem. Digam o que acham.
A história não acabou ainda.. Digam se ela ficou legal também…
E obrigado de novo Aline. ♥
Eu sei que me repito aqui, mas, obrigado mesmo.. *-*

Bom, feliz quarta-feira para vocês.
Sejam felizes.

força sempre!

‘4 – Um pouco mais.

… – Você não pode morrer – ela disse.
– Por que não? – ele perguntou.
– 5 motivos.
– Hum…
– Primeiro, vai fazer uma sujeira por aqui. Segundo, você acabou de me beijar, seria uma falta de educação morrer agora. Terceiro, você precisa treinar mais seu discurso, como ousa morrer sem saber o que dizer? Quarto, eu nem sei seu nome, isso é triste. Quinto, parou de chover. Você falou que ia morrer por não gostar de chuva.. Logo, seu motivo já passou.
Ele sorriu.
– Ah, tem um motivo bônus – ela continou – …eu gostei de você, sr. Desconhecido.”

Anúncios


4 Responses to “Bônus”

  1. a história é linda e o post ficou bom sim seu bobo ♥

  2. 2 anaspera

    Eu gostei da história, eu sempre gosto.

  3. 3 Suúh

    adorei a historia//

  4. 4 soalgumasletras

    gostei da histórinha .


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: