É tão óbvio

07set10

O barro sujava a barra do vestido dela. Não que ela se importasse tanto. Ela era assim. Havia construido uma barreira ali em volta de seu coração e tudo parecia bobagem, visto dali de dentro. Uma garoa fina limpava a cidade e ela andava por entre um parquinho. Seu tênis estava sujo, seu cabelo molhado e o lápis no olho todo borrado. A única coisa que ela precisava admitir, é que se sentia um lixo. Muitas coisas passavam por sua cabeça e tinha toda certeza que já não se importaria mais com tudo na manhã seguinte, mas, por algum motivo ela queria realmente se importar agora!

A garoa parou, ela sentou-se na beira da calçada e pela primeira vez, depois de muito tempo, deixou-se chorar.
Descançou a cabeça nos joelhos e pediu para que – por favor – o mundo acabe logo. Um carro passou, uma luz na casa da frente acendeu, em algum lugar do mundo alguém se apaixonava e ela ali. Ela ergueu a cabeça e viu ele subindo a rua. Ela pensou em levantar e sair correndo mas não, talvez fosse melhor ficar ali e decidir de vez o caminho das coisas.
Ele chegou perto. Ela olhou pro rosto dele. Ele não parecia sorrir e ela sorriu por isso.
– Oi.
– Oi – ela respondeu.
Silêncio.
Ele chutou o chão, ela reparou nos escritos na ponta do all star velho. Tudo parecia de muito tempo atrás, as melhores coisas que acontecem, sempre parecem que já foram a tanto tempo. Ele olhou pra ela, aqueles olhos mais lindos do mundo. E então ele disse:
– Você está bem?
– Claro, eu sempre fico assim quando estou bem!
– Desculpe por perguntar…
Ela se levantou e começou a ir embora. Depois de uns 30 passos ele pediu pra ela esperar.
– Por que?
– Porque… Eu… Não sei, só fica.
Ela ficou parada ali, olhando pra ele. Sentindo a vida correr em volta. Ele pensou em dizer várias coisas… Mas ela quem disse primeiro:
– Não vai dar certo.
– Como?
– Não vai dar certo. Você vai me pedir pra ficar e eu vou ficar, porque é isso que eu quero. Eu sempre quero ficar quando você me pede. Mas as vezes eu não sei como fazer isso e vou acabar querendo ir embora. E isso vai machucar você e vai acabar me machucando… Vai acabar que nem hoje, mesmo cenário, mesma situação… A chuva, a dor…
– Como você pode saber?
– Eu sou assim. O amor é assim.
– Assim como?
– Assim. É pra quem não tem o que fazer. E, desculpa, mas eu tenho muito mais o que fazer…
– Não. Espera. Você não sabe se vai ser assim…
– Sim, eu sei, hoje eu quero muito ficar, mas amanhã vou querer ir embora de novo…
– Eu te peço pra ficar de novo. Te peço pra ficar todos os dias! Todas as vezes que você quiser ir embora, eu posso te pedir pra ficar…
A garoa voltou a cair. Erguia uma fumaça fina do asfalto e o mundo todo parecia conscentrado ali. Ela voltou alguns passos, pensou um pouco e correu até ele. Pegou em suas mãos e lembrou que precisava sentir aquele toque o resto de sua vida e de novo se perderam, os olhos armaram a cumplicidade que nem mil palavras poderiam fazer. Ela percebeu que não tinha escolha, seus olhos estavam apaixonados pelos olhos dele. E ele nem precisou pensar, é tão óbvio. Ela falou:
– E se eu realmente quiser ir embora amanhã?
– Tudo bem.
E então ela sentiu toda aquela sua barreira virar pó. Tudo bem, talvez não fosse tanto, mas ela entendeu que era hora de abrir uma janela pra deixar o sol entrar e se pegou pedindo para que aquela noite nunca acabasse. Talvez devesse destruir toda a sua barreira, pra deixar o amor existir ali. Talvez valesse a pena.

Anúncios


4 Responses to “É tão óbvio”

  1. 1 soalgumasletras

    Consegui me ver em muitas das linhas do seu texto, ele diz tanto sobre mim , me encontrei muito ai.
    Gostei, um dos seus melhores.

  2. 2 Suúh

    eu gostei

  3. talvez valesse a pena.

  4. 4 anaspera

    Não existiria melhor momento do que esse para eu ler essa porra.
    (Você sabe que porra é uma palavra linda pra mim).


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: