Archive for agosto, 2010

As vezes a vida vai estar uma merda! Essa é uma daquelas coisas que a gente precisa aceitar. Amélie ainda estava no meu sofá, chorava muito. Dizia que tudo agora era uma merda. Eu disse que iria comprar sorvete pra ela. Ela fungou um ‘ok’, não resistia a sorvete. No corredor, o vizinho começa a me […]


Era uma vez um rebanho de ovelhas tocadoras de saxofone. Era um grupo pequeno ainda, apenas umas 4 ou 5 ovelhas, que se reuniam a noite no pub da cidade e tocavam clássicos até o amanhecer. O que era realmente engraçado de se ver, pois com a música das ovelhas, humanos e animais dançavam em […]


Ele disse

26ago10

A história a seguir foi contada por Paul Philip Fortman, ele me procurou alguns dias antes de morrer e disse que tinha alguma coisa incrivel para me contar. Eu o ouvi. Eu gosto de ouvir as pessoas, as vezes elas tem tanto o que dizer. Bom, de qualquer forma, leiam com  atenção, as vezes é meio […]


Estamos aqui, mais uma vez, reunidos nesta tarde de quarta-feira. Para colocar aquelas frases mais leckaizinhas que a gente vê pelos filmes perdidos nessa longa estrada da vida! =P Hoje, eu resolvi começar falando do TAVARES! *-* Porra! O melhor instrumentista do Brasil! Agora é oficial porra! =DD Prêmio multishow ontem, do qual teve uma […]


91719527

24ago10

Um dia Clarice Lispector disse que tinhamos o direito ao grito. As vezes isso é tudo que nos resta a fazer mesmo. Gritar. Rasgar a garganta e sentir o sangue esquentar nosso corpo. Porque as vezes, todos os dias parecem tardes de domingo e tudo fica tão cinza por aqui, enquanto o calor faz minha […]


Hoje eu acordei cedo. Sabe, as vezes a gente precisa tomar conta de nossas vidas. Fazer o que nos faz bem, pra ficarmos bem. Eu acordei cedo e sai pra andar. Não sei em que ponto acordar cedo me faz bem. Mas caminhar pela rua de manhã, vendo os pombos cagar pela calçada é algo […]


Quando eu era pequeno, eu tinha aquelas manias de escrever meu nome no vidro, depois do banho. E tipo, eu era bem menino mesmo, sei lá, 4 ou 5 anos. E eu lembro que o espelho era muito alto pra mim, então eu meio que ficava ajoelhado na pia, só pra conseguir escrever no espelho todo e, […]