Tudo o que eu sei escrever.

13jul10

Com C eu escrevo chuva e café. Que é exatamente como se resume essa minha manhã. Escrevo chuva, café e cinedisco. Poderia escrever Cine, mas não é algo que me agrade, então eu escrevo cinema, carta, coração, Cem anos de solidão, cuida de mim, câncer e também Comerciais de cigarro na Tv.
Tv, é com T. T de também, de tri-bem, de teatro,  de tempo, de tudo e todo. De ‘Todo dia faça alguma coisa que te meta medo de verdade’. T de telefone, de tentar de novo! T de Teixeira e de Tavares, o cara da Fresno.
Então agora é F, de Fresno, de França, de filmes, de fim, de ‘força sempre’, de fudeu. De felicidade e de ficar ( com todos os sentidos que essa palavra carrega).
E depois vem o G, de Garcia Marques, de guitarra, de Guido, de gritar, de gata, de guria, de gostar (que eu já disse certa vez que é tão importante quanto amar). G de Gregor, Gregor Samsa.
S, de sorte, de sonhar acordado, sonhar dormindo, sonhar com o futuro, sonhar com o passado, sonhos ruins, sonhos bons… S de saudade. De sentimento. De sempre. De Sophia. De sorrir. De solidão. S de SIM.
L de Lispector, que disse certa vez que tudo no mundo começa com um sim. L de longe, Lucas, Los hermanos, lápis (que é uma de minhas palavras favoritas), linda, Louvre…
Ai vem o M. De mãe. De música. De Mais e menos, de metade. De morte. De medo de ter medo. M de “Mundo, vasto mundo. Se eu me chamasse Raimundo seria uma rima, não uma solução”. De manhãs de natal.
Natal é com N. De nunca e não. De nada, negativo, necessario, nossa. De norte comum. De noite. De não importa. N de nós e Nutella. De Nando Reis, que tá tocando na rádio agora.
R de rádio! E de Renan, e sabem, não precisaria de mais nada. Mas, eu preciso escrever, r de rápido, de risos, de Revanche e Redenção. De relógio acelerado para trás. De rua. R de rosto e de recomeçar. De ROCK! O r é engraçado, eu gosto de ficar falando r. ahsuhas
A letra O. De ontem, de oi. De ouvir e obrigado. Ótimo. Outuno. Orquídea. O de outro, outros. Outra pessoa, outro alguém, outra vida, outro fim. O de “O amor é importante. Porra!”
Z de Zander e eu não acho que tenha outra palavra, não que precise, pois Zander define muita coisa. Ah, também tem Zelig, uma boa palavra.
Então, indo pra letras complicadas, Y. Yes, Yu-gui-oh (sim, eu joguei muito, tenho até troféu de campeonato). Yuti.
W de Wall-e. Quem num assistiu esse filme, assista logo. Ah, e de Wasabi também.
K de Kito. De Kiss Me. *-*
Q de quando, de quatro. De querer, de quase, de qualquer coisa.
V de violão. V de vingança (o filme, é fodão). Vitória, velocidade, vento no rosto, voar, voltar, Vaudeville, ‘vai ver é assim mesmo’, vida. V de verdadeiramente bela. V de VOCÊ.
Antes do v, vem o U. De Urso polar. De único, de ultimo. U de Um dia, uma tarde, um beijo, um sonho, uma ultima música.
E X o que que é? É Xuxa! X de “X = ?” . E acho que é outro que não precisa de mais nada.
P de precisar, de passado, de presente. P de porto. De perto. De porra. De por favor, de perdão. P de pai, primeiro, próximo, pronto, post, porque’s, pista, poder, partida, palheta, pedaço, Pudim…
E, de “Eu te amo”. De escola, de estupidez. E de Esteban. De extraordinario. Esperança, esperar, escrever, extremo, espaço, estrelas.  *-*
Janela pra ver estrelas. Com J, também escrevo Julho. Já, jura, jogar, junto.
H de hoje, de hora. De ‘Hey Oh Let’s Go!‘, de Harry Potter, horizonte… H de Hipopotamo, de ‘How are you?’.
B de brincadeira, de Beeshop. B de bastante, de boca, de bom. B de bonito, de ‘Brilho eterno...’, de bloquear, de baixo, de Bukowski, de beijo no rosto, de beijo na boca, de brigadeiro.
E então o D, de Dan. De Dance of days, de Deluxe trio, de dia, de dor, de diga. Com d se escreve dormir, dançar, dizer, discutir. D de distância, de decisão. D de dinheiro. D de dom.
I. ILTDA. Igualdade. Irmão. Isopor. Com i se escreve invicto, inigualavel, incomparavel.
E por fim, vem o A. A de amizade, afeto, abraço apertado. Com A, eu escrevo Alguem que te faz sorrir. A de amigo, de Abril, de aonde, de acontecer, de Across the universe, de amanhã, de agora.
Deixei o A por fim de propósito, exatamente por ser a primeira. Lembrei da música do Nando que diz assim: ‘Tua cartilha tem o A de que cor?
Com A eu escrevo Amor…

E tu?
E tu que aprendeu as mesmas letras que eu? E tu que aprendeu a juntar as letras e a formar palavras da mesma forma que eu? O que você tá escrevendo agora, pra ser alguém mais feliz?

Anúncios


5 Responses to “Tudo o que eu sei escrever.”

  1. * D de Dan poeta (:

  2. 2 soalgumasletras

    WOU ><' , posso dizer que é um daqueles teus textos que me deixam sem palavras e que me fazem pensar muito. Eu posso dizer que entrou para a minha lista dos favoritos, apenas perdendo para um outro ai que continua sendo o meu predileto.
    Gostei do seu alfabeto, do seu jeito de ver as letras e do sentimento colocado em cada palavra, seja uma palavra simples como lápis ou uma palavra que nem precisa de nada que já demonstra sentimento como saudade.
    Gostei da idéia de colocar o 'A' no final, acho que com 'A' se escreve muita coisa importante e coisas que as vezes não são nada, a com 'A' escreve Anna HAHA* OWIEOWIEOIWE '. (é eu to de bom humor hoje, estranho).
    Ninguém aprende as letras da mesma forma, as vezes tem semelhanças a dar sentido com o que se faz com as letras, para alguns são só letras para outras melodias que completam muita coisa.
    Normalmente acho que nunca escrevo para me fazer um pouco mais feliz, mais acho que só o fato de tirar para fora algumas coisas em formas de letras unidas é o bastante para poder sorrir pelomenos um pouco.
    Amei o S :" S, de sorte, de sonhar acordado, sonhar dormindo, sonhar com o futuro, sonhar com o passado, sonhos ruins, sonhos bons… S de saudade. De sentimento. De sempre. De Sophia. De sorrir. De solidão. S de SIM."
    E o 'A' de "Alguém que te faz sorrir".
    Enfim. Gostei.

  3. eu digo A de Aline x) é sempre o que me vem na cabeça, não sei porque HASIODFHAOISDHFIOAHDS
    ta lindo Dan, de verdade, eu não consigo descrever, só… ta lindo.

  4. eu?
    sim, sim, bastante coisa até 🙂

  5. 5 Súh

    adoreii..//uhn com S… eu lembro de Suélem SZ


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: