Estilhaços

11jun10

Sempre chega uma hora em que você para e se pergunta se tá tudo certo, em tudo o que aconteceu agora. É como se passasse um filme na minha cabeça e eu pudesse ver tudo aquilo que passei e tudo aquilo que passou por mim. E eu não consigo parar de me perguntar se tudo aquilo valeu a pena. Acho que agora não era pra eu estar me sentido assim, estagnado. Mesmo que as coisas aconteçam, mesmo com as pequenas mudanças, tudo ainda parece tão igual e eu tenho tanto medo de agir errado, de novo.

Só eu sei o quanto cada palavra pesa, mas eu tenho certeza que todo mundo já sentiu assim também, não é? É como nadar contra a onda, e o pouco que eu consigo ir pra frente não vale muita coisa, porque a onda me arrasta de volta para a praia e de repente eu me sinto tão cansado de tudo que eu arrumo um jeito de me afogar por ali mesmo, na areia. É sempre areia, areia movediça, daquela que eu não posso sair sozinho e eu sei que não tem mais ninguém que queira me tirar daqui. E eu que sempre tentei andar com tanto cuidado, de repente, me vi sem chão. E é só queda e mais nada, sem fim, sem ter ninguém pra me segurar, sem ninguem pra me abraçar no fim da tarde e dizer que tudo vai acabar bem.

E eu que tinha prometido que nunca mais iria me apaixonar, de repente estava estilhaçado de novo na calçada, tentando juntar cada pedacinho que eu podia, mas eu não podia perder tempo com isso porque já tinha passado tanto da minha hora e eu precisava mesmo ir embora. Então eu deixei no chão, pra deixar o tempo apagar e levar pra longe daqui, aquilo que era tão meu. E foi, pra longe, pra mais longe do que eu gostaria. Voltou pro seu lugar, de onde não pode me ouvir chamar e eu nunca vou entender como ouviu uma vez, como veio pra fora me ver. Eu lembro que só estava de passagem e você me fez querer ficar, depois cansou de mim eu acho, só que esqueceu de me avisar. E eu fiquei ali, com a xicara de café, esperando você voltar. E você só foi de volta pro seu lugar…

Eu tento não pensar, eu tento não querer tentar entender. Mas tem tanta coisa que eu precisaria saber… E eu só sei, que nunca me senti tão cinza. Com toda essa areia pra me afogar….

Anúncios


8 Responses to “Estilhaços”

  1. 1 Bihh

    “E eu que tinha prometido que nunca mais iria me apaixonar, de repente estava estilhaçado de novo na calçada, tentando juntar cada pedacinho que eu podia
    […]
    E foi, pra longe, pra mais longe do que eu gostaria. Voltou pro seu lugar, de onde não pode me ouvir chamar e eu nunca vou entender como ouviu uma vez, como veio pra fora me ver. Eu lembro que só estava de passagem e você me fez querer ficar, depois cansou de mim eu acho, só que esqueceu de me avisar. E eu fiquei ali, com a xicara de café, esperando você voltar. E você só foi de volta pro seu lugar…”

    É, acho que não preciso dizer mais nada, isso basta.

  2. 2 beatriz

    passe o tempo que passar, eu ainda vou entender, ainda vou chorar, e voce ainda vai ser o mais fóda (y)
    tá lindo, mais que isso, voce sabe.

  3. pelo menos você ta cinza.
    é fácil voltar pro branco 🙂

    então, você, ta apaixonado de novo?

  4. bom..
    lendo again, outra perspectiva.

    mas, “Eu tento não pensar, eu tento não querer tentar entender.”

  5. 5 soalgumasletras

    Talves tenha alguém para te salvar, as vezes sempre teve alguém, mais você não viu. Essa pessoa poderia ter estado ali o tempo todo, mais algo te impediu de enchergar. Te garanto que em nenhum momento você esteve sozinho, só procurou as pessoas erradas, aquelas que você esperava que estivesse ali a espreita para te dar a mão, mais elas não estavam, talves alguém mais distante mais longe, ou talves mais perto, não sei, mais ela deveria estar ali o tempo todo.
    “Voltou pro seu lugar, de onde não pode me ouvir chamar e eu nunca vou entender como ouviu uma vez, como veio pra fora me ver. Eu lembro que só estava de passagem e você me fez querer ficar” , querer ficar. Parece tão simples e não é. é como se antes não importasse estar lá, mais finalmente algo deu um motivo para ficar… Me fez pensar muito.
    “Eu tento não pensar, eu tento não querer tentar entender. Mas tem tanta coisa que eu precisaria saber… E eu só sei, que nunca me senti tão cinza. Com toda essa areia pra me afogar….” Precisar saber, mesmo sabendo que é quase impossivel saber. é acho que todos correm atras de respostas, de saber, mais poucos conseguem.

  6. 6 soalgumasletras

    Tem que saber procurar o que quer saber nos lugares certo, talves pergunatr , tentar , arriscar, seja mais fácil do que esperar que as soluções e respostas caiam do céu.
    Me fez pensar muito, me ajudou muito.

  7. “Eu tento não pensar, eu tento não querer tentar entender. Mas tem tanta coisa que eu precisaria saber…”

    Eu não sei o que dizer.

  8. 8 Súh

    Lindoo *-*


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: