Bukowski e Chinaski

21maio10

Hoje vai ser um dia leckalzinho! =P
Tenho que ir pra biblioteca a tarde, agora tá tocando ‘O papa é pop’ na rádio, e a vida segue livremente seu curso! *-*
Showzin do Nxzeiull s2 s2 nx zero a noite e eu estou em um super estado de animo! -n

hsauhsuahs

Mãas, eu estou aqui, pois ontem eu acabei de ler Cartas na Rua do Charles Bukowski. E resolvi postar aqui, pra vocês, os trechos mais incriveis! *-*
Bom, ai vai.

” … – Não, Hank, acabou. Não aguento mais!
Levantei-me e aproximei-me dela.
– Ora, vamos, baby, você só está um pouco nervosa essa noite. Tentei agarrá-la. Ela me empurrou.
– Está bem, dane-se!, eu disse.
(…)
– Acabou, ela disse, eu sei o que está acontecendo entre você e a gorducha dos fundos. Não durmo com você nem mais uma noite.
– Está bem. Fique com sua buceta. Não é grande coisa.
– Quer ficar com a casa ou quer mudar-se? – ela perguntou.
– Você fica com a casa.
– E o cachorro?
– Você fica com o cachorro.
– Ele vai sentir sua falta.
– Ainda bem que alguém vai sentir minha falta.
Mudei-me aquela noite.
Tinha acabado de perder 3 mulheres e um cachorro.”

“Toda noite, quando eu me aprontava pra ir, Joyce tinha estendido minha roupa na cama. Era o que havia de mais caro em matéria de roupa. Eu nunca usava a mesma calça, a mesma camisa, os mesmo sapatos duas noites seguidas. Eu vestia o que ela preparasse pra mim. Assim como mamãe costumava fazer.
Parece que não mudei muito, eu pensava, e daí botava a roupa.”

“Eu ri. Uma risada bem triste, devo admitir. Foi como veio.
– É fácil falar quando a coisa já aconteceu. Mas você vai ter problemas com ele. Desejo-lhe sorte, baby. Você sabe, há um bocado de você que eu amei e não foi pelo dinheiro.”

“- Olhe, garoto, porque você não larga esse emprego? Vá para um pequeno quarto e escreva. Trabalhe nisso.
– MAS EU NECESSITO DE SEGURANÇA!
– Ainda bem que alguns não pensaram assim. Ainda bem que Van Gogh não pensava assim.”

“Fay. Fay tinha os cabelos cinza e sempre se vestia de preto. Dizia que era em protesto à guerra. Mas se Fay queria protestar contra a guerra, tudo bem pra mim. Ela era uma espécie de escritora e vivia indo aos ateliês de vários escritores. Tinha idéias sobre a Salvação do Mundo. Se ela pudesse salvá-lo para mim, seria ótimo também.”

“- Pegue a minha mão, Fay disse.
Segurei.
– Desta vez vai mesmo acontecer?, perguntei.
– Sim, vai sim.
– Você faz isto parecer tão fácil, eu disse.
– Você está sendo gentil. Isso ajuda.
Estávamos olhando pelas janelas do fundo. Eu disse:
– Olhe aquelas pessoas lá embaixo. Não têm a menor idéia do que se passa aqui em cima. Apenas andam na calçada. É engraçado… elas também nasceram um dia, cada uma delas.
– Segure mais forte, ela disse.
– Seguro.
– Vai ser péssimo quando você sair…
(…)
Fay tinha uma mancha de sangue no canto esquerdo da boca  eu peguei um pano molhado e limpei. Mulheres nasceram pra sofrer; não é de espantar que elas vivam pedindo declarações de amor.
(…)
Ela não era uma mulher jovem. Talvez não tivesse salvado o mundo, mas tinha feito uma grande melhoria. Um brinde a Fay.”

“Marina Louise, foi esse nome que Fay deu a criança. Então lá estava, Marina Louise Chinaski. No berço perto das janelas. Olhando as folhas das árvores e os desenhos de luz que se formavam no teto.”

“-Vai se mudar?
– Vou.
– Está bem. Amanhã ajudo você a achar algum lugar. Levo você de carro.
Concordei em pagar-lhe uma quantia todo mês. Ela disse:
– Está bem.
Fay ficou com a menina. Eu fiquei com o gato.
(…)
– Encontrei Andy, um motorista de caminhão, ela me disse. Ele é pintor também. Essa é uma de suas pinturas, ela apontou pra parede.
Eu estava brincando com a menina. Olhei pro quadro. Não disse nada.
– Ele tem um pinto enorme, disse Fay. Ele esteve aqui a noite passa e me perguntou: ‘Que tal ser comida por um pinto enorme?’. Eu lhe disse: “Preferia ser comida por amor!” .
– Ele parece descolado, eu disse a Fay.”

—-

É isso ai. Dúvido que alguém vá ler tudo!
Mas, esse post era mais pra mim. Um grande livro! =)

Depois eu volto.
força.

Anúncios


3 Responses to “Bukowski e Chinaski”

  1. eu li tudo.
    e prestei atenção ainda! :O

    oewoieowieoiwoieowieo, acho.. que vou atrás desse livro. sério.

    e para de falar que não ta legal > ÇÇ

  2. eu li tudo, não duvide de seus leitores ok.
    haa os trechos mais incríveis falam de órgãos genitais JOASHOIQRHIOASDFH adoro.
    eu gostei >.<

  3. Bukowski…
    um dos meus preferidos…
    mas nem li esse livro, mas, é autor que mais me inspira…
    mesmo que eu já tenho lido apenas 3 livros do autor.
    Foda… E vc é um Bukowski do amor, sabia?

    Prefiro o lado mais cru e nu e sincero.
    não acredito no amor, e nem sei se bukowski acreditava ou acredita, mas sei que me inspira.

    Força sempre como diria Nenê.
    Barreiras literárias nunca são quebradas e isso me faz pensar que talvez…
    Barreiras são fronteiras, limites….
    E isso nunca me agradou…
    Mas barreiras literárias se restrigem ao que é escrito e não o que se pssa de real em nossa volta… Mesmo que tenhas… Mas vc entende o que eu digo.

    Viva, alegre-se, curta, odeie, “ame” (mesmo que seja só amor de família e amigos, que é o real pra mim e só.), revolte-se, comprometa-se (mesmo a causa não valendo tanto pra outros, mas sim pra vc.), confie, chore, divirta-se…

    Isso é Bukowski pra mim.
    (:

    abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: