Archive for fevereiro, 2010

Um brinde.

28fev10

Post curtissimo. Só pra dizer que foi um dia legal, hoje. É legal perceber que algumas ainda não morreram e que muitas ainda estão pra nascer (achei um milhão de sentidos pra isso, só eu entendo todos). E, tô feliz. Planejo coisas legais pra amanhã. Sabe, é bom ter sonhos. É bom sonhar junto, acordado, […]


25fev10

“…acreditei em uma história que eu mesmo inventei, acreditei em uma mentira que criei pra te deixar ficar. Mas a verdade é que preciso te falar, eu achei que estava certo me entregando a você, descobri que estava apenas me escondendo de viver… Pulei pra destruir o chão não pra sentir as mãos querendo me […]


Maiakóvski

23fev10

“…Tu sabes, conheces melhor do que eu a velha história. Na primeira noite eles se aproximam e roubam uma flor do nosso jardim. E não dizemos nada. Na segunda noite, já não se escondem: pisam as flores, matam nosso cão, e não dizemos nada. Até que um dia, o mais frágil deles entra sozinho em […]


GUNS!

22fev10

Eu sei que você já sentiu assim. De ponta cabeça. Sabe, meio sem direção, quando de repente você nota que nada na sua vida faz sentido, estagnado, tipo parado no tempo mesmo. Como se fosse uma corrida, e você começasse a sentir o carro perder velocidade, não de uma vez, mais aos poucos e justo agora […]


Esses dias me sinto com um certo bloqueio criativo, na real, nada do que eu escrevo anda me agradando muito, sério mesmo. Eu odeio isso. Tenho fé de que seja mal de carnaval, o carnaval daqui a pouco chega ao fim e as coisas tomam o rumo certo. Tá, mais eu sei também que eu […]


15fev10

“…Os sonhos vêm e os sonhos vão e o resto é imperfeito… Dissestes que se tua voz tivesse força igual à imensa dor que sentes, teu grito acordaria não só a tua casa mas a vizinhança inteira… E há tempos nem os santos têm ao certo a medida da maldade. E há tempos são os jovens que adoecem […]


Oi, eu resolvi deixar um post sobre o carnaval pra depois, ou nem pra depois. Não gosto de carnaval e tenho uma teoria de que não nos faz bem falar muito do que não gostamos, é inevitavel não pensar, mas de tanto falar você só remoe mais aquela fila de motivos para te fazerem se […]